Panamericano 2015 As equipes

panamericanoVou resumir neste post a participação brasileira nos jogos por equipe.

A primeira equipe a entrar em combate foi o sabre feminino. Marta se juntou a Karina e a Giulia para a disputa.

O Brasil perdeu para o México nas quartas, ganhou das dominicanas na disputa de 5-8, e perdeu para o Canadá na sequência, ficando com o 6º lugar.

No masculino, Enrico se junta a Willian e ao Renzo. O Brasil perdeu para a Argentina nas quartas. Ganhou na sequência do Chile e do México, ficando com a 5ª colocação.

Segundo dia, Amanda se junta a Nathalie e Rayssa. Brasil ganha da Argentina na espada feminina, e segue para as semi finais.

Contra os EUA, a disputa mais eletrizante do torneio. Na última rotação, Nathalie tira uma diferença de quatro pontos, e termina o combate empatado em 31 pontos. No desempate, infelizmente, ponto das americanas.

Na decisão do terceiro lugar, o Brasil ganhou de Cuba com facilidade, e ficou com o bronze.

No masculino, Alexandre se juntou a Athos e a Nicolas. Infelizmente, depois de duas derrotas, para a fortíssima Venezuela e para os donos da casa, ganharam da Argentina ficando com o 7º lugar.

Ùltimo dia de competição. Tais Rochel se junta a Gabriela e a Bia Bulcão. Ganham do Chile por 45 x 19. Perdem para os EUA nas semi finais. E perdem para o México na prorrogação. Sem medalhas, infelizmente.

Finalmente, Fernando se junta a Ghis e ao Guilherme para o florete masculino. Última chance para uma medalha de prata ou ouro. Ganham de Porto Rico, ganham da Venezuela, e vão disputar a medalha de ouro. Infelizmente, perdem para os EUA, e ficam com a prata.

Era a prata que faltava para levar o Brasil ao quarto lugar geral da esgrima – estávamos em nono.

Que venham as Olimpíadas.